Celular

(51) 99967-1273

Whatsapp

(51) 99967-1273

Fome emocional

Fome emocional

Lendo a Revista Gol Linhas Aéreas do mês de outubro com reportagens sobre racismo, ecologia, educação infantil, temas polêmicos discutidos de forma crítica e reflexiva, engajados com o bem comum, com a justiça social e com um mundo melhor, me aventurei a escrever sobre outro tema controverso – a fome emocional.

Um problema social

Trata-se da obesidade como um problema social produzido em nossa sociedade de consumo.
Junto com o excesso de peso, podemos observar a dor e o sofrimento de pessoas, pois a obesidade ou o sobrepeso envolve preconceito e desvalia. Ao mesmo tempo em que observamos a nossa cultura vendendo a ideia de corpo esteticamente inalcançável, verificamos cada vez mais estímulos e incentivos ao consumo de alimentos pouco ou nada saudáveis. Nesse paradoxo, a relação com o corpo, com os alimentos e o comportamento alimentar ficam reféns de ditames da moda e da indústria alimentícia

Fome de quê?

Como assistente social e nutricionista, vejo o sofrimento das pessoas (físico, emocional e social) que padecem com o excesso de peso. Ele surge a partir da necessidade da maioria dos brasileiros. A sensação de saciedade e nutrição dá lugar a uma relação não física, mas emocional.
Surge um consumo pelo conforto, prazer, calmante, antidepressivo. Sem perceber, utilizamos a comida quase como uma droga, que cria um monstro que se sossega com seu uso. Essa é a nova e lícita substância que cala as dores, as tristezas, e a impotência e substitui prazeres. Assim como acontece com outras dependências, o resultado é frustração, diminuição da autoestima, tristeza, mais impotência frente ao descontrole .

Durante o voo, numa viagem ao nordeste do Brasil, recebi de lanche snacks saudáveis, integrais, orgânicos e numa medida adequada (com o propósito de um pequeno lanche entre refeições) e água mineral. Essa é uma opção saudável. Parabenizo a companhia (Gol) por essa iniciativa.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as novidades